Pesquisa
Filtros

Viajar com bebés?

 

 

O nosso trabalho não é apenas criar memórias. É, principalmente, fazê-los felizes.

Quando se fala em viajar com bebés há sempre alguém que diz que eles não se vão lembrar de nada. E que só vão dar trabalho :) Bem, trabalho dão sempre... mas dão também muita alegria :) Quanto à memória a verdade é que tudo o que fazemos diariamente pelos nossos bebés é para que eles estejam bem e se divirtam e não para que não se esqueçam. Levamo-los ao parque, brincamos aos popós e às cozinhas. Imitamos animais, dançamos na sala. 

O Manel viajou pela primeira vez de avião e de comboio. Lisboa - Florença - Cinque Terre - Pisa.

 

 

Adorou o afião, o comboio, os sítios e as pessoas. Nesta viagem começou o hábito giro de cumprimentar toda a gente. Não é toda a gente que vê, é toda a gente que está num sítio. Uma voltinha no restaurante para dizer "xau" às pessoas, outra no comboio, outra na rua...  

Comeu do que comemos (e nós comemos maravilhosamente...), umas vezes mais, outras menos. Levei umas bisnagas de fruta e lá comprei iogurtes, tostas e bananas. Levámos o ergobaby e era lá que ia dormindo quando não dormia no comboio.
A parte difícil chegava com a noite. Tantas coisas novas durante o dia, tanta excitação, resultavam invariavelmente em algum choro e impaciência ao jantar. Simplificar ao máximo este momento do dia é, no nosso caso, o melhor a fazer.

Claro que há coisas que ficam por ver. Não fomos à Galleria degli Uffizi porque as filas eram gigantes e era um teste desnecessário à paciência dele. Mas fomos andar de carrossel na Piazza della Repubblica e procurar a lua entre as torres da Catedral de Santa Maria del Fiore. Jogámos à bola com miúdos numa praça à beira da água rodeada de casas coloridas. Tivemos o privilégio de partilhar com ele mil primeiras vezes e de ver os olhos brilharem com cada novidade. 

Para a memória ficam as fotografias de muitas gargalhadas, da corrida para o pôr do sol no mar, da torre de Pisa atrás de nós e de grandes pratadas de massa.

 

Viajar com bebés? O Manel diz Xiiiiimmm!

 

 

 

 

FICHA DA VIAGEM

Voo: TAP direto Lisboa - Florença (Amerigo Vespucci Airport)

Ligações Aeroporto - Centro de Florença: Autocarro e metro de superficie

Ligação Florença - Cinque Terre: Comboio até La Spezia + comboio de La Spezia até cada uma das 5 terras (10 minutos)

Ligação La Spezia - Pisa: Comboio até Pisa Centrale (é a mesma linha que segue para Florença)

 

Nota: Nós gostamos muito de andar a pé por isso não andámos de autocarro ou taxi dentro das cidades. Ficámos alojados em hoteis centrais e fomos parando pelo caminho durante os passeios :)

No nosso caso resultava aproveitar mais as manhãs e ter as tardes tranquilas. Também tentámos fazer as ligações de comboio em horas boas para ele dormir. Tinhamos comida connosco e nos quartos em que ficámos e na próxima vez os jantares (hora de maior stress para ele) serão piqueniques na cama!

 

Boas viagens!

 

 

Deixe o comentário
Arquivo do blog